quarta-feira, novembro 29, 2006

Insônia


Esse tal de relógio biológico ainda vai acabar me levando à loucura, ou, quem sabe, adiante. Se seu corpo também tem problemas com o tique-taque silencioso do tempo, se você passa horas se revirando no colchão, se nunca acha a posição adequada no travesseiro, se já chegou nos bilhões de carneirinhos e não adormeceu, escreva poemas prosaicos e despretensiosos como o segue abaixo. Às vezes funciona como sonífero.


Insônia

Às cinco e pouco da manhã
Comemoro a minha conquista
O meu anseio distante
O sono que teima em chegar.

Escuto o primeiro canto
Pardais nos telhados, tantos.
O sol tímido se levanta
Hora em que, enfim, me deito.

Ó, senhora do relógio
Abdico de seus falsos encantos
Abandone-me sem arrependimento
Ó, dona das minhas pálpebras.

Finalizo-me sem mais disposição.
Entrego-me ao doce cansaço.
Celebro com o corpo estático
Mais uma noite de olhos inquietos.

*Poema escrito às cinco e quinze da manhã, depois de uma noite em claro, acompanhado por meus devaneios, um ventilador na potência máxima, alguns CD's de música New Age que não surtiram efeito, "Planeta dos Macacos" passando no Corujão e alguns filmes pornôs de baixa qualidade.

Imagem: Ellen Weinstein .... http://www.clandestina.com

Sonido: Depois de tocar Enya, Kitaro e outros sussurros e orquestrações calmas, quem me fez dar descanso às palpebras foi o Ed Harcourt e sua singela "Bittersweetheart".

Não sei se me saro ou se cultivo minhas insônias. Vez por outras obtenho resultados produtivos delas. Santa enfermidade!!!


4 comentários:

Denise disse...

.
Não a cultive. Não agora... quando vc for rico, não precisar cumprir obrigações, pode até pensar nisso... Hehehe Não é nem um pouco agradável querer/precisar dormir e não conseguir, enfim...

Mas que esta noite foi produtiva, foi.. Fazia um tempinho que não lia poeminhas novos, do meu muito escrevinhador que adoro.

Detalhe para as observações. E pro sono que bateu ontem pra dormir na mala do carro. ;)


Entregue-se.

=*
.

Priscila Adélia disse...

Não sabia que vc escrevia assim..desse jeito..
deu até vontade de ser mais e melhor..
Parabéns pela alma "livre", pelo dom, pela angústia..pelo que nos rende ao tão fantástico ato de escrever..pq isso dói mto..

kkkkkkkkkk

acho q devaniei mto..
enfim..
beijo.

tanoca disse...

Filmes pornôs de baixa qualidade? HAUHAUHAUHAUHUAHUAHA
Sei sei...
Esses carnavais fora de época.
tsc tsc tsc
:x
=*

Louise Stella disse...

Bem que eu queria ter tamanha inspiração enquanto insone, viu?!
Mas acho que não é pra qualquer um.

P.S.: Vou lembrar de passar aqui mais vezes. ;)