segunda-feira, novembro 06, 2006

Mil em Um

"Só a dor limpinha da classe média sai nos jornais." Xico Sá

http://ponteaereasp.nominimo.com.br

Isso resume o atual contexto da grande imprensa brasileira e, porque não dizer, internacional. É preciso mais sensibilidade para o dia-a-dia palpável do que para as "notícias" do Jornal Nacional.

Xico Sá, mesmo escrevendo sobre São Paulo, a muitos quilômetros daqui, consegue me ensinar o que é o verdadeiro espírito jornalístico, ainda que sejam necessários lembretes diários e nós de fita nos dedos.
O disfarce prosaico de suas frases esconde grandes verdades.

Xico é meu professor, meu amigo de conversa em mesa de bar, meu colunista favorito. Uma pessoa de quem se pode sentir orgulho.


* Tá reclamando dos atrasos nos vôos?! Tá achando ruim?!
Realmente muito chato, né?!
Não se preocupa; pega um pinga-pinga da Jardinense ao meio dia, de Natal para Jardim do Seridó.

Melhor que qualquer primeira-classe da TAM...

Um comentário:

Denise disse...

.

Referência é tudo, quando se está aprendendo...
E do jeito que as coisas andam, essa discussão sobre os limites da imprensa está cada vez mais pertinente, porque se há uma frase que escuto desde sempre é “liberdade não é libertinagem”. Tudo muito foda e de foder. Enfim...

E Xico Sá é Xico Sá.
;)

*Pinga da Jardinense é lasca...


=***
.