terça-feira, dezembro 05, 2006

- Ela tá te sacaneando!

- Sério?!
- Sério, cara. Cê acha que eu ia brincar com essas coisas?
Calam-se. Passam-se alguns segundos.
- Cê só pode tá brincando...
- Olha, cê acredita se quiser. Nunca falei tão sério...
- Você jura que é verdade?!
- Juro, porra! É sério!
Calam-se. Bebem a cerveja a goles grandes.
- Puta que o pariu! Que merda!
- Ha ha ha... Neguinho acredita em tudo.
- Ah, vai se foder, seu filho da puta!
Levanta-se, desfere três bons murros na cara do outro.
- Vai zoar a mãe, viado!
Toma o resto da cerveja e sai do bar, a tempo ainda de ouvir do ensanguentado:
- Seu bosta!! Precisava disso, hã?! Agora se foda sozinho. Tudo o que eu te disse foi verdade, idiota! Não sabe nem brincar, esse estardalhaço por causa de uma piada. Vai, vai embora. Se manda!
Depois que o agressor deixa o lugar, ouve-se da boca ensanguentada, faltando um dente:
- Corno maaaanso!

Chega em casa e sente os dedos da mão doerem.
-Puta merda! Aquele viado não sabe nem apanhar.
Lava o sangue da mão. Encaminha-se para o quarto. Boceja. Pára no corredor. Ouve coisas . Se aproxima da porta.
- Puta que o pariu! - diz para si mesmo.
Encontra a outra montada, beijando, lambendo, cavalgando o outro. Entra no quarto. Olha os dois com a vista dura. Fecha a mão e, com violência, desfere uma dezena de bofetadas. Saca a arma que estava no casaco.
- Toma o que tu merece, sua puta.
O sangue espirra na cama, nas paredes, no rosto do outro. O cano ainda quente encosta na testa do infeliz, nu em pêlo. Dois disparos. O quarto avermelha-se. Guarda a arma no bolso do casaco, agora sujo de miolos.
- Caralho! A vadia lavou essa porra não faz nem três dias!

Volta para a cozinha. Acende um cigarro. Chora calado. Joga o casaco sujo no chão. Abre e fecha a mão.
- Bem que aquele merda me avisou...
Os dedos só não doem mais que a consciência. E a cabeça, adornada, pesa como nunca.



Imagem: Motomichi Nakamura .... http://www.clandestina.com

Sonido: Womam - Wolfmother

Tô aprendendo a ser direto. Mas me falta punch! Um dia eu chego lá. Rubem Fonseca que me aguarde, hehehe...


3 comentários:

Denise disse...

.
Sou muito primeira leitora e talz.
Então... direto mesmo.
Mas a piada que eu ia fazer, tu não ia gostar nem um pouco, certeza! ;D

O começo me lembrou certos diálogos frequentes... não sei porque...

;)

É manso ou nem?
=*
.

Louise Stella disse...

Huahuahuahuahua.
Muito bom!

Mas, contaí, essa história foi "inspirada" em quem? ;P

tanoca disse...

HAUAUAUUAHUAHUAHUAHUAHHU
sei sei
essas suas inspirações.
dei valor, óh.
=*